segunda-feira, 30 de março de 2015

Ideia para Mutual: Caça ao Verdadeiro Tesouro de Páscoa

Como prometi alguns dias atrás, estava organizando esta atividade pra ser bem especial, pois temos focado as atividades próximas a época da Páscoa para serem significativas no propósito de celebrar a Ressurreição de Cristo.

Quis mesclar algo com momentos espirituais, como uma dose de diversão e prática. Assim montei este caça ao verdadeiro tesouro da Páscoa, que será feito na mutual desta semana (por isso sem fotos da atividade), mas quis compartilhar agora para, caso alguém mais queira realizá-la ainda esta semana, já estar na mão.

Decidi usar a capela para ilustrar momentos da vida do Salvador. O objetivo não é esconder as pistas de maneira difícil, mas deixá-las bem visuais, e em cada local que tiver uma pista, uma tarefa deverá ser executada. Inclui leituras, oração, hino e até um pequeno projeto de serviço.

O esquema deve ser seguido desta maneira: entregar a primeira pista, ler todo seu conteúdo, e quando eu indicar o local da pista, o texto que está abaixo + a segunda pista deverão estar juntos, pois tem a tarefa + a pista. Isso vai respectivamente até o fim, depois tem o texto + terceira pista, etc.

Em vermelho, deixei os textos que não precisam estar junto com as pistas, são respostas ou explicações que vcs podem dar diretamente aos participantes.

Acho que vai ser muito bacana e espero que gostem da ideia também!

-------


Caça ao Verdadeiro Tesouro da Páscoa



A páscoa é uma época alegre e especial. É muito bom celebrar com chocolates e doces, mas é ainda mais especial conhecer e celebrar a verdadeira história da páscoa: a história e propósito de nosso Salvador Jesus Cristo. Hoje buscaremos este tesouro. Vamos aprender e compreender mais sobre o Redentor do mundo, e como segui-lo.

Primeira pista: O início de tudo foi antes mesmo de virmos à terra. Em um grande conselho nos céus, Deus o Pai apresentou-nos seu grande plano de salvação. Este plano consistia em seus filhos virem à terra, provarem da mortalidade e passarem por experiências que trariam grande aprendizado à vida de cada pessoa. E todo ser humano teria a oportunidade de exercer livre arbítrio, ou seja, poderia escolher entre o certo e o errado e sofrer as consequências de suas escolhas.

Ainda assim, teríamos sempre uma segunda chance no caso de tomarmos uma decisão errada: poderíamos nos arrepender através da Expiação que seria realizada por um Salvador, este que viria ao mundo humildemente por uma mãe mortal, Maria, e um pai imortal, Deus o Pai – “E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem” (Lucas 2:7).

Jesus nasceu, e cresceu. Ele também foi uma criança, com certeza muito especial – “E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele” (Lucas 2:40) – e recebeu ensinamentos de seus pais e mestres. A próxima pista está onde, assim como Cristo, as crianças recebem ensinamentos especiais do evangelho em sua infância.

Local da Pista:

SALA DA PRIMÁRIA - APRENDER DESDE A INFÂNCIA: Assim como Cristo, podemos aprender sobre o evangelho desde a primária, de maneira simples, mas espiritual. A música é uma forma das crianças aprenderem sobre o Salvador. Antes de receber a próxima pista, vamos cantar o hino “Ele mandou Seu Filho” para aprender como as crianças a importância da vida de Jesus Cristo.

Segunda pista: Cristo cresceu e sempre ensinou sobre o evangelho e seus convênios. Foi um exemplo também ao realizá-los, mesmo em sua vida perfeita e sem pecado, como seu ensinamento sobre o batismo. “E aconteceu naqueles dias que Jesus, tendo ido de Nazaré da Galileia, foi batizado por João, no Jordão. E, logo que saiu da água, viu os céus abertos, e o Espírito, que como pomba descia sobre ele (Marcos 1:9-10). A próxima pista está onde realizamos este primeiro e importante convênio com Deus.

Local da Pista:

PIA BATISMAL - SER BATIZADO: No Sempre Fieis aprendemos que “Quando foi batizado, você demonstrou desejo de seguir o exemplo do Salvador. Ele também foi batizado, apesar de não ter pecado. Como Ele explicou a João Batista, Ele precisava ser batizado para “cumprir toda a justiça”. (Ver Mateus 3:13–17. Todos aqueles que buscam a vida eterna devem seguir o exemplo do Salvador sendo batizados e recebendo o dom do Espírito Santo”. Antes de seguirmos, temos que lembrar que o significado do batismo possui uma relação muito grande com a páscoa. Vocês podem responder quais são os simbolismos do batismo feito por imersão?
A imersão simboliza a morte da vida pecadora da pessoa e o renascimento para uma vida espiritual, dedicada ao serviço a Deus e a Seus filhos. Ela também simboliza a morte e a ressurreição. (Ver Romanos 6:3–6.)
Terceira pista: Cristo continuo dando exemplo servindo ao próximo: ele curou enfermos, levantou mortos, alimentou multidões e sempre se encheu de compaixão e amor, servindo todos aqueles em suas dificuldades. Em nossa organização, aprendemos a seguir seu exemplo e somos ensinadas em nossa classe sobre isso, e assim temos a oportunidade começar dentro das Moças a agir para ajudar nosso próximo. É nesta sala que tanto aprendemos onde está a próxima pista.

Local da Pista:

SALA DAS MOÇAS - APRENDER COM A ORGANIZAÇÃO DAS MOÇAS A SERVIR: Cristo é nosso grande exemplo. Este ano fomos convidadas a agira como Ele ao “Embarcarmos no Serviço de Deus, de todo coração, poder, mente e força”. Neste momento, vamos fazer algo por nosso próximo ao escrever um bilhete de incentivo à uma pessoa que precisa de consolo, e assim, seguir o exemplo de Cristo, que disse: “Em verdade, em verdade vos digo que este é o meu evangelho; e sabeis o que deveis fazer em minha igreja; pois as obras que me vistes fazer, essas também fareis; porque aquilo que me vistes fazer, isso fareis (3 Néfi 27:21);

Escrever uma carta para uma pessoa ou família que precise de apoio ou consolo
Quarta pista: Na continuação da vida do Salvador, assim como nós aprendemos seu evangelho, Ele também o ensinou à muitas pessoas e discípulos. Assim Ele pode chamar apóstolos e líderes e conferir-lhes o sacerdócio. Com o poder de Deus dado à estes homens fieis, foi possível instituir uma ordenança muito importante, que seria uma lembrança do grande evento da Expiação que estava por vir: o sacramento.

“E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo. E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados”. (Mateus 26:26-28)”.

Nossa próxima pista está no local onde o sacramento é abençoado em todos os domingos, para podermos desfrutar do Espírito e lembrar de nossos convênios com Deus.

Local da Pista:

MESA DO SACRAMENTO - PONDERAR SOBRE CRISTO AO TOMAR O SACRAMENTO: Através da oração sacramental, podemos meditar e renovar nossos convênios, ensinados por nosso Salvador, o que poderemos fazer agora também:

D&C 20: 77, 79

77 Ó Deus, Pai Eterno, nós te rogamos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que abençoes e santifiques este pão para as almas de todos os que partilharem dele, para que o comam em lembrança do corpo de teu Filho e testifiquem a ti, ó Deus, Pai Eterno, que desejam tomar sobre si o nome de teu Filho e recordá-lo sempre e guardar os mandamentos que ele lhes deu, para que possam ter sempre consigo o seu Espírito. Amém.

  79 Ó Deus, Pai Eterno, nós te rogamos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que abençoes e santifiques esta água, para as almas de todos os que beberem dela, para que o façam em lembrança do sangue de teu Filho, que por eles foi derramado, e testifiquem a ti, ó Deus, Pai Eterno, que sempre se lembram dele, para que possam ter consigo o seu Espírito. Amém.

Quinta pista: Pouco depois da instituição do sacramento, Cristo seguiu para o Getsêmani, onde ocorreria um evento crucial da história humana:  A EXPIAÇÃO. “E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão”. (Lucas 22:41-44).

Que sacrifício grandioso o Filho de Deus realizou por nós. Assim como Cristo esteve no jardim, nossa próxima pista também está neste local.

Local da Pista:

JARDIM DA CAPELA – UM JARDIM QUE ABRIGOU O PONTO CENTRAL DE TODA A HISTÓRIA HUMANA – Cristo cumpriu a missão designada à Ele desde Sua pré-existência – Expiou pelos pecados da humanidade e finalmente morreu, realizando o grande sacrifício em favor de todos os que viveriam na face da terra. “E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou”. Lucas 23:46 Vamos ponderar e realizar uma oração silenciosa neste jardim, em agradecimento por sua Expiação e por Ele ter morrido por cada um de nós.

1-2 min para todos o orarem e ponderarem

Pista final: Passaram-se 3 dias de sua morte, e chegou o momento de triunfar sobre a morte. Cristo “rompeu suas ligaduras” e ressuscitou. Por ser um momento único e inédito na história, um anjo anunciou “Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia. Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis”. (Mateus 28:6-7)

O fato de Cristo ESTAR VIVO é uma alegria imensa, um motivo para celebrarmos a vida. Somente por que o Salvador venceu a morte é que temos a oportunidade de ressuscitar também, e termos nosso corpo imortal para novamente estar diante do Pai Celestial, e se perseverarmos até fim, viver ao Seu lado, e herdar a Exaltação. Nosso tesouro está no local onde podemos celebrar e comemorar bons momentos com boas atividades, e que hoje celebramos a Vida de Cristo.

Local da Pista:

SALÃO CULTURAL – CELEBRAR O CRISTO VIVO: Este é o verdadeiro tesouro de Páscoa – o Cristo Vivo. Vamos então ler por fim a declaração dos apóstolos realizada em comemoração aos 2.000 anos do nascimento do Salvador, e fixarmos os momentos importantes pelos quais passamos nesta caça ao tesouro tão especial, e buscar seguir seu exemplo de amor por todos nós!


Ler o Cristo Vivo – Testemunho dos Apóstolos, que pode ser o tesouro dado como se fosse um pergaminho, junto com mais alguma lembrança de páscoa.

2 comentários:

  1. Perfeita a atividade!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa essa atividade, já amei irmã.

    Parabéns!

    ResponderExcluir

segunda-feira, 30 de março de 2015

Ideia para Mutual: Caça ao Verdadeiro Tesouro de Páscoa

Como prometi alguns dias atrás, estava organizando esta atividade pra ser bem especial, pois temos focado as atividades próximas a época da Páscoa para serem significativas no propósito de celebrar a Ressurreição de Cristo.

Quis mesclar algo com momentos espirituais, como uma dose de diversão e prática. Assim montei este caça ao verdadeiro tesouro da Páscoa, que será feito na mutual desta semana (por isso sem fotos da atividade), mas quis compartilhar agora para, caso alguém mais queira realizá-la ainda esta semana, já estar na mão.

Decidi usar a capela para ilustrar momentos da vida do Salvador. O objetivo não é esconder as pistas de maneira difícil, mas deixá-las bem visuais, e em cada local que tiver uma pista, uma tarefa deverá ser executada. Inclui leituras, oração, hino e até um pequeno projeto de serviço.

O esquema deve ser seguido desta maneira: entregar a primeira pista, ler todo seu conteúdo, e quando eu indicar o local da pista, o texto que está abaixo + a segunda pista deverão estar juntos, pois tem a tarefa + a pista. Isso vai respectivamente até o fim, depois tem o texto + terceira pista, etc.

Em vermelho, deixei os textos que não precisam estar junto com as pistas, são respostas ou explicações que vcs podem dar diretamente aos participantes.

Acho que vai ser muito bacana e espero que gostem da ideia também!

-------


Caça ao Verdadeiro Tesouro da Páscoa



A páscoa é uma época alegre e especial. É muito bom celebrar com chocolates e doces, mas é ainda mais especial conhecer e celebrar a verdadeira história da páscoa: a história e propósito de nosso Salvador Jesus Cristo. Hoje buscaremos este tesouro. Vamos aprender e compreender mais sobre o Redentor do mundo, e como segui-lo.

Primeira pista: O início de tudo foi antes mesmo de virmos à terra. Em um grande conselho nos céus, Deus o Pai apresentou-nos seu grande plano de salvação. Este plano consistia em seus filhos virem à terra, provarem da mortalidade e passarem por experiências que trariam grande aprendizado à vida de cada pessoa. E todo ser humano teria a oportunidade de exercer livre arbítrio, ou seja, poderia escolher entre o certo e o errado e sofrer as consequências de suas escolhas.

Ainda assim, teríamos sempre uma segunda chance no caso de tomarmos uma decisão errada: poderíamos nos arrepender através da Expiação que seria realizada por um Salvador, este que viria ao mundo humildemente por uma mãe mortal, Maria, e um pai imortal, Deus o Pai – “E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem” (Lucas 2:7).

Jesus nasceu, e cresceu. Ele também foi uma criança, com certeza muito especial – “E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele” (Lucas 2:40) – e recebeu ensinamentos de seus pais e mestres. A próxima pista está onde, assim como Cristo, as crianças recebem ensinamentos especiais do evangelho em sua infância.

Local da Pista:

SALA DA PRIMÁRIA - APRENDER DESDE A INFÂNCIA: Assim como Cristo, podemos aprender sobre o evangelho desde a primária, de maneira simples, mas espiritual. A música é uma forma das crianças aprenderem sobre o Salvador. Antes de receber a próxima pista, vamos cantar o hino “Ele mandou Seu Filho” para aprender como as crianças a importância da vida de Jesus Cristo.

Segunda pista: Cristo cresceu e sempre ensinou sobre o evangelho e seus convênios. Foi um exemplo também ao realizá-los, mesmo em sua vida perfeita e sem pecado, como seu ensinamento sobre o batismo. “E aconteceu naqueles dias que Jesus, tendo ido de Nazaré da Galileia, foi batizado por João, no Jordão. E, logo que saiu da água, viu os céus abertos, e o Espírito, que como pomba descia sobre ele (Marcos 1:9-10). A próxima pista está onde realizamos este primeiro e importante convênio com Deus.

Local da Pista:

PIA BATISMAL - SER BATIZADO: No Sempre Fieis aprendemos que “Quando foi batizado, você demonstrou desejo de seguir o exemplo do Salvador. Ele também foi batizado, apesar de não ter pecado. Como Ele explicou a João Batista, Ele precisava ser batizado para “cumprir toda a justiça”. (Ver Mateus 3:13–17. Todos aqueles que buscam a vida eterna devem seguir o exemplo do Salvador sendo batizados e recebendo o dom do Espírito Santo”. Antes de seguirmos, temos que lembrar que o significado do batismo possui uma relação muito grande com a páscoa. Vocês podem responder quais são os simbolismos do batismo feito por imersão?
A imersão simboliza a morte da vida pecadora da pessoa e o renascimento para uma vida espiritual, dedicada ao serviço a Deus e a Seus filhos. Ela também simboliza a morte e a ressurreição. (Ver Romanos 6:3–6.)
Terceira pista: Cristo continuo dando exemplo servindo ao próximo: ele curou enfermos, levantou mortos, alimentou multidões e sempre se encheu de compaixão e amor, servindo todos aqueles em suas dificuldades. Em nossa organização, aprendemos a seguir seu exemplo e somos ensinadas em nossa classe sobre isso, e assim temos a oportunidade começar dentro das Moças a agir para ajudar nosso próximo. É nesta sala que tanto aprendemos onde está a próxima pista.

Local da Pista:

SALA DAS MOÇAS - APRENDER COM A ORGANIZAÇÃO DAS MOÇAS A SERVIR: Cristo é nosso grande exemplo. Este ano fomos convidadas a agira como Ele ao “Embarcarmos no Serviço de Deus, de todo coração, poder, mente e força”. Neste momento, vamos fazer algo por nosso próximo ao escrever um bilhete de incentivo à uma pessoa que precisa de consolo, e assim, seguir o exemplo de Cristo, que disse: “Em verdade, em verdade vos digo que este é o meu evangelho; e sabeis o que deveis fazer em minha igreja; pois as obras que me vistes fazer, essas também fareis; porque aquilo que me vistes fazer, isso fareis (3 Néfi 27:21);

Escrever uma carta para uma pessoa ou família que precise de apoio ou consolo
Quarta pista: Na continuação da vida do Salvador, assim como nós aprendemos seu evangelho, Ele também o ensinou à muitas pessoas e discípulos. Assim Ele pode chamar apóstolos e líderes e conferir-lhes o sacerdócio. Com o poder de Deus dado à estes homens fieis, foi possível instituir uma ordenança muito importante, que seria uma lembrança do grande evento da Expiação que estava por vir: o sacramento.

“E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo. E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados”. (Mateus 26:26-28)”.

Nossa próxima pista está no local onde o sacramento é abençoado em todos os domingos, para podermos desfrutar do Espírito e lembrar de nossos convênios com Deus.

Local da Pista:

MESA DO SACRAMENTO - PONDERAR SOBRE CRISTO AO TOMAR O SACRAMENTO: Através da oração sacramental, podemos meditar e renovar nossos convênios, ensinados por nosso Salvador, o que poderemos fazer agora também:

D&C 20: 77, 79

77 Ó Deus, Pai Eterno, nós te rogamos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que abençoes e santifiques este pão para as almas de todos os que partilharem dele, para que o comam em lembrança do corpo de teu Filho e testifiquem a ti, ó Deus, Pai Eterno, que desejam tomar sobre si o nome de teu Filho e recordá-lo sempre e guardar os mandamentos que ele lhes deu, para que possam ter sempre consigo o seu Espírito. Amém.

  79 Ó Deus, Pai Eterno, nós te rogamos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que abençoes e santifiques esta água, para as almas de todos os que beberem dela, para que o façam em lembrança do sangue de teu Filho, que por eles foi derramado, e testifiquem a ti, ó Deus, Pai Eterno, que sempre se lembram dele, para que possam ter consigo o seu Espírito. Amém.

Quinta pista: Pouco depois da instituição do sacramento, Cristo seguiu para o Getsêmani, onde ocorreria um evento crucial da história humana:  A EXPIAÇÃO. “E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão”. (Lucas 22:41-44).

Que sacrifício grandioso o Filho de Deus realizou por nós. Assim como Cristo esteve no jardim, nossa próxima pista também está neste local.

Local da Pista:

JARDIM DA CAPELA – UM JARDIM QUE ABRIGOU O PONTO CENTRAL DE TODA A HISTÓRIA HUMANA – Cristo cumpriu a missão designada à Ele desde Sua pré-existência – Expiou pelos pecados da humanidade e finalmente morreu, realizando o grande sacrifício em favor de todos os que viveriam na face da terra. “E, clamando Jesus com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isto, expirou”. Lucas 23:46 Vamos ponderar e realizar uma oração silenciosa neste jardim, em agradecimento por sua Expiação e por Ele ter morrido por cada um de nós.

1-2 min para todos o orarem e ponderarem

Pista final: Passaram-se 3 dias de sua morte, e chegou o momento de triunfar sobre a morte. Cristo “rompeu suas ligaduras” e ressuscitou. Por ser um momento único e inédito na história, um anjo anunciou “Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia. Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis”. (Mateus 28:6-7)

O fato de Cristo ESTAR VIVO é uma alegria imensa, um motivo para celebrarmos a vida. Somente por que o Salvador venceu a morte é que temos a oportunidade de ressuscitar também, e termos nosso corpo imortal para novamente estar diante do Pai Celestial, e se perseverarmos até fim, viver ao Seu lado, e herdar a Exaltação. Nosso tesouro está no local onde podemos celebrar e comemorar bons momentos com boas atividades, e que hoje celebramos a Vida de Cristo.

Local da Pista:

SALÃO CULTURAL – CELEBRAR O CRISTO VIVO: Este é o verdadeiro tesouro de Páscoa – o Cristo Vivo. Vamos então ler por fim a declaração dos apóstolos realizada em comemoração aos 2.000 anos do nascimento do Salvador, e fixarmos os momentos importantes pelos quais passamos nesta caça ao tesouro tão especial, e buscar seguir seu exemplo de amor por todos nós!


Ler o Cristo Vivo – Testemunho dos Apóstolos, que pode ser o tesouro dado como se fosse um pergaminho, junto com mais alguma lembrança de páscoa.

2 comentários:

  1. Perfeita a atividade!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa essa atividade, já amei irmã.

    Parabéns!

    ResponderExcluir